DSpace at My University Mestrado Ciências Contábeis
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.fecap.br:8080/jspui/handle/jspui/742
Tipo: Dissertação
Título: Estereótipos da profissão contábil no Brasil: uma analise dos boletins do CRC SP
Autor(es): ZANARDO, Gabriela Ribeiro
Primeiro Orientador: WEFFORT, Elionor Farah Jreige
Primeiro membro da banca: GONÇALVES, Andréa de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee2: GOMES, Jésus Lisboa
Resumo: Desde a revolução industrial os indivíduos buscam profissões que mais lhe trarão status social. A primeira corrente da Teoria das Profissões defende que as profissões surgiram para atender necessidades da sociedade, entretanto, as teorias posteriores, e adotadas por esse trabalho, assumem que o principal objetivo de qualquer profissão é o status social. A fim de atender a esse objetivo é necessário que a sociedade crie uma representação positiva sobre a profissão e seus profissionais. As representações sociais são explicações não científicas sobre a realidade, tornando, de maneira acessível, objetos familiares e comuns a todo um grupo através da percepção histórica repleta de vieses cognitivos e distorções interpretativas de indivíduos sobre objetos. A literatura analisada indica que os estereotipos criados sobre o profissional contábil são predominantemente negativos, dificultando a captação de bons estudantes. Os órgãos de classe profissionais são os principais responsaveis pela profissão e almejam o status profissional. Diante disso, esse trabalho teve como objetivo identificar e analisar os estereótipos no discurso do órgão de classe profissional contábil brasileiro, no período de 1962 a 2014. Através de uma pesquisa qualitativa e exploratória criou-se uma seleção prévia de estereótipos selecionados através da literatura analisada que foram pesquisados nos 285 boletins informativos publicados pelo CRC SP. Os dados foram analisados a partir de uma recapitulação histórico-econômica e em paralelo com os principais marcos da contabilidade no Brasil. Os resultados obtidos confirmam a afirmação de Jeacle (2008) de que há relação entre os estereótipos negativos e positivos, já que em diversas décadas ambos tiveram o mesmo comportamento, quando houve confirmação dos negativos, os positivos também se confirmaram. Não foi possível estabelecer a mesma relação com o grupo de estereótipos neutros. Também foi possível confirmar a ruptura da representação ocorrida nas décadas de 80/90 mencionadas nos trabalhos de Bougen (1994); Dinmik e Felton (2006); Cotsa, Weffort; Cia (2011). E que, a partir de 2010, houve uma nova ruptura que retoma a imagem do profissional retratada nas primeiras décadas desse estudo (60/70). Os resultados também indicam que os profissionais se adaptam às mudanças externas alterando os signos de representações expostos à sociedade conforme contexto econômico, político e social.
Abstract: Since the Industrial Revolution, individuals search for professions which grant them social status. The first current of thought of the Theory of Professions claims that professions were created to meet the society's needs. However, subsequent theories (which have been adopted for this paper), presume that the main objective of any profession is to attain social status. In order to reach this goal, the society must develop a positive representation of the profession and its professionals. The social representations are non-scientific explanations of reality, making common and familiar objects accessible to a whole group through historical insight, full of cognitive approaches and interpretative distortions of individuals about objects. The literature analyzed here shows that the stereotypes created for the accountancy professional are predominantly negative, making the task of recruiting good students more difficult in this field. Professional class agencies are the main responsible for the profession, and their target is the attainment of professional status. Faced with this situation, this paper aims to identify and analyze the stereotypes in the rhetoric of the professional class agency for Brazilian accountants from 1962 to 2014. Through an exploratory and qualitative research, it was possible making a prior selection of stereotypes by means of the analysis of literature extracted from the 285 informative newsletters published by the CRC/SP. The data has been analyzed from the perspective of a historical-economical recapitulation, in parallel with the main accountancy milestones in Brazil. The obtained results confirm what Jeacle (2008) states: there is a relationship between positive and negative stereotypes, since both had the same behavior in many decades and, whenever the negative stereotypes were confirmed, the positive ones were confirmed as well. It was not possible establishing the same relationship with the neutral stereotypes group. The results also indicate that the accountancy professionals adapt themselves to the external changes by changing the signs of representation exposed to the society. It was also possible to observe that, in times of international crisis and threat to the accountancy professional outlook, the CRC/SP kept sharing signs that would depict this professional as competent and trustworthy.
Palavras-chave: Contadores - São Paulo (Estado). Contabilidade - Estudo e ensino. Estereótipos (Psicologia social) - Contadores.
Accounting - São Paulo (Brazil) - Accounting - Study and teaching. Stereotyping (Social psychology) - Accountants.
CNPq: CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: Brasil
Editor: FECAP
Sigla da Instituição: FECAP
Faculdade, Instituto ou Departamento: Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências Contábeis
Citação: ZANARDO, Gabriela Ribeiro. Estereótipos da profissão contábil no Brasil: uma analise dos boletins do CRC SP. 2015. 103 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - FECAP, São Paulo.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.fecap.br:8080/jspui/handle/jspui/742
Data do documento: 26-mar-2015
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Gabriela_Ribeiro_Zanardo.pdf1.67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons