DSpace at My University Mestrado Ciências Contábeis
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.fecap.br:8080/jspui/handle/tede/426
Tipo: Dissertação
Título: Comitê de auditoria no contexto da lei Sarbanes-Oxley: um estudo da percepção dos gestores de empresas brasileiras emitentes de American Depositary Receipts - ADRS
Autor(es): Costa, Catarina de Araujo
Primeiro Orientador: Segreti, João Bosco
Primeiro membro da banca: Peters, Marcos Reinaldo Severino
metadata.dc.contributor.referee2: Weffort, Elionor Farah Jreige
Resumo: Em maio de 2005, 34 empresas brasileiras negociavam American Depositary Receipts (ADRs) na Bolsa de Valores de Nova Iorque (New York Stock Exchange - NYSE), Estados Unidos. Diante da obrigatoriedade de adequar-se à Lei Sarbanes-Oxley de 2002, o objetivo geral deste trabalho é investigar, na percepção dos gestores, se o Comitê de Auditoria ou órgão equivalente das empresas brasileiras contribuiu para minimizar as fraudes, aumentar a transparência na divulgação das informações contábeis e melhorar os controles internos. Obtiveram-se 25 respostas de 17 empresas. Os resultados obtidos demonstram a grande relevância do Comitê de Auditoria, apesar da obrigatoriedade: 56% dos respondentes afirmaram que o comitê participou ativamente com recomendações relacionadas com a avaliação do sistema de controles internos; 68% consideram-no de grande importância para o bom desempenho da empresa e 71% o manteriam em funcionamento mesmo se, no futuro, sua existência fosse facultativa.
Abstract: Em maio de 2005, 34 empresas brasileiras negociavam American Depositary Receipts (ADRs) na Bolsa de Valores de Nova Iorque (New York Stock Exchange - NYSE), Estados Unidos. Diante da obrigatoriedade de adequar-se à Lei Sarbanes-Oxley de 2002, o objetivo geral deste trabalho é investigar, na percepção dos gestores, se o Comitê de Auditoria ou órgão equivalente das empresas brasileiras contribuiu para minimizar as fraudes, aumentar a transparência na divulgação das informações contábeis e melhorar os controles internos. Obtiveram-se 25 respostas de 17 empresas. Os resultados obtidos demonstram a grande relevância do Comitê de Auditoria, apesar da obrigatoriedade: 56% dos respondentes afirmaram que o comitê participou ativamente com recomendações relacionadas com a avaliação do sistema de controles internos; 68% consideram-no de grande importância para o bom desempenho da empresa e 71% o manteriam em funcionamento mesmo se, no futuro, sua existência fosse facultativa.
Palavras-chave: Estados Unidos - Sarbanes-Oxley Act of 2002
Governança corporativa
Corporate governance
United States of America - Sarbanes-Oxley Act of 2002
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Editor: FECAP - Faculdade Escola de Comércio Álvares Penteado
Sigla da Instituição: FECAP
Faculdade, Instituto ou Departamento: Controladoria e Contabilidade
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências Contábeis
Citação: COSTA, Catarina de Araujo. Comitê de auditoria no contexto da lei Sarbanes-Oxley: um estudo da percepção dos gestores de empresas brasileiras emitentes de American Depositary Receipts - ADRS. 2006. 90 f. Dissertação (Mestrado em Controladoria e Contabilidade) - FECAP - Faculdade Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.fecap.br:8080/jspui/handle/tede/426
Data do documento: 7-ago-2006
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Catarina_de_Araujo_Costa.pdf2.22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.